Páginas

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Tenha forças para mudar


Sim, eu fraquejo, desanimo, desisto, tropeço e caio. Muitas vezes perco a coragem, a esperança e a fé. Quantas vezes me iludo, para depois desiludir, me entrego totalmente para depois me arrepender... Claro, eu choro, grito, esbravejo, brigo com Deus e depois volto mansa pedindo perdão. 

Amo desvairadamente, possessivamente, para logo jogar fora, mandar embora e depois implorar para voltar. Sou toda confusa, toda perdida, cheia de sonhos que não realizo, cheia de planos que não concretizo. Sou eu, esta mulher menina, ainda crescendo, ainda aprendendo, apanhando da vida, sentindo na pele dor e no coração agonia. 

Mas não me troco por nada nem por ninguém pois sou única neste meu jeito atrevido e meio doido de ser. Nem sempre estou contente, nem sempre canto e danço, mas tenho meus momentos...Gosto das lutas da vida, dos desafios do mundo e sigo uma hora andando, outra correndo e outras me arrastando, mas vou em frente. Quando precisar eu paro, peço água e descanso. 

Perfeição não existe e com esta consciência, eu sei que com paciência eu um dia cresço, amadureço e me torno uma pessoa melhor, mais sensata, me amando mais e quem sabe até eu consiga me encontrar, me compreender e assim me sentir mais plena, em paz e ser bem mais feliz...