Páginas

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

FIQUE COM DEUS


Durante todo o dia eu tinha estado muito ocupada: recolher lixo, limpar banheiros e esfregar chãos. Minhas crianças crescidas viriam para casa para o fim de semana. Fiz compras no supermercado e, para o jantar, preparei um churrasco. 
Eu queria tudo perfeito.

De repente, percebi que estava muito cansada. Eu simplesmente não podia mais trabalhar como quando era mais nova.
- Decidi descansar por um minuto. Falei para meu marido, Roy, enquanto caia em minha cadeira de balanço. A música tocava, meu cão e meu gato se perseguiam e o telefone tocou.

Uma escritura de Salmo 46 estourou em minha mente. Compreendi que eu não tinha dispensado muito tempo em oração. Tinha estado tão ocupada que nem mesmo podia proferir uma simples palavra de agradecimento à Deus? Me lembrei de meu belo terraço. Está calmo lá, eu pensei. Posso ficar alguns minutos só com Deus.

Enquanto Roy conversava ao telefone, fui para o terraço. 
Fechei os olhos e comecei a orar, agradecendo por minhas muitas bênçãos.

Um pássaro voou para perto de mim, chilrando e cantar. Interrompeu meus pensamentos. Aterrissou no alimentador e começou a jantar enquanto eu o observava. Depois de alguns minutos se foi, cantando outra canção. 
Fechei os olhos outra vez. Uma rajada de vento soprou, fazendo dançar 
os meus sinos. Fizeram um som alegre, mas outra vez eu perdi minha concentração.

Olhei para o céu azul e vi as nuvens movendo-se lentamente em direção ao horizonte. O vento parou. Meus sinos ficaram quietos novamente. 
Outra vez, me curvei em oração. "Bi, bi" ouvi a buzina. 
Era minha vizinha. Acenou para mim e sorriu.

- Estou tentando, Deus. Realmente estou. Cochichei comigo mesma.

Meu marido chegou.
- Te amo. Ele disse. - Estava me perguntando onde você estava. 
Deu-me um beijo e desceu.

- Onde haverá um lugar calmo? Perguntei à Deus. 
- Hoje está impossível, pensei.

Então, repentinamente, percebi o que acontecia. Deus falava comigo o tempo todo. Lembrei-me da música tocando e que tinha começado o meu minuto de calma. Enviou-me um pássaro e acendeu minha vida com sua canção. Enviou uma brisa suave. Enviou um vizinho para me fazer saber que eu tenho amigos. Enviou meu namorado oferecendo sinceros sentimentos de amor. Enquanto eu tentava contar minhas bênçãos,
Deus as estava multiplicando.